terça-feira, 6 de junho de 2017

Angola & Cultura - 'RELER ÁFRICA', de Mário António F. Oliveira - Coimbra 1990 - RARO




Angola & Cultura - Â obra de um dos intelectuais angolanos mais notáveis e consagrados do século findo


'RELER ÁFRICA'
De Mário António Fernandes Oliveira
Edição do Instituto de Antropologia da Universidade de Coimbra
Coimbra 1990


Livro com 556 páginas e como novo. Em excelente estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Da contra-capa:
"Com uma organização que foi ainda o Autor a impor-lhe, reúnem-se neste volume, se não todos, pelo menos os principais dos seus estudos, ensaios, comunicações, artigos, prefácios e notas ou simples esboços de investigação pensável e possível, cobrindo um tempo de escrita que vai desde 1959 até 1998.

Se surpreende a diversidade de matérias, mais surpreendente é o método seguido no seu tratamento, vocacionadamente interdisciplinar. Ora, à época em que o autor se ocupou destes temas, tal método representou, relativamente à tradição dos estudos desta índole, uma indesmentível vontade e capacidade de inovar, constituindo-se como uma das mais notáveis marcas da sua personalidade de investigador."



Do ÍNDICE:
- Reler África para encontrar Mário António;
- Homenagem a Senghor;
- ANGOLA;
- Reler Zurara;
- Uma primeira experiência de cooperação entre a Europa e a África;
- Festejos pela beatificação do P.e Francisco Xavier em Luanda (1620);
- Línguas de Angola. O Quimbundo;
- Classificação das línguas africanas;
- Breve introdução ao Quimbundo para estudantes de literatura angolana;
- Insígnias do poder entre os Cabindas;
- Um João de Deus angolano;
- Prefácio a 'NGA MUTÚRI', noveleta de Afredo troni;
- Poesia angolana, palavras necessárias;
- Para a história da poesia angolana;
- Testemunho literário angolano: do tráfico à instalação colonial em Angola;
- Colaborações angolanas no 'Almanach de Lembranças', 1851-1900;
- 'A HISTÓRIA DE ANGOLA', de Elias Alexandre da Silva Corrêa;
- Influências da literatura brasileira sobre as literaturas portuguesas do Atlântico tropical;
- Unidade e diferenciação linguística da literatura ultramarina portuguesa;
- A poesia impressa nos jornais de Angola no 1.º ano da independência;
- O primeiro livro de poemas publicado na África portuguesa;
- Literatura angolana: uma perspectiva;
- Para uma perspectiva crioula da literatura angolana - 'História de uma traição';
- A poesia angolana nos seus múltiplos aspectos e rumos;
- Memória de Luanda (1949-1953): 'Vamos descobrir Angola!';
- Desde os idos de 50, uma poeta em Angola: David Mestre;
- O Português em África: língua de elites ou língua de massas? - Um documento literário;
- À sombra do Marquês de Pombal - Um grande acto de luso-afro-brasilidade;
- Um brasileiro cooperante ('Avant la lettre') em Angola;
- Situação da literatura no 'Espaço Português';
- Para a história do trabalho em Angola - A escravatura luandense do terceiro quartel do século XIX;
- Aspectos sociais de Luanda inferidos dos anúncios publicados na sua imprensa - Análise preliminar ao ano de 1891;
- Para uma perspectiva crioula da literatura angolana - o 'Repositório de coisas Angolenses', de J. D. Cordeiro da Matta;
- Duas condições humanas como suportes da literatura angolana;
- Crioulismo e negritude em Francisco José Tenreiro;
- Tomaz Vieira da Cruz;
- Problemas da ficção ultramarina;
- Em torno de 'UM CERTO GOSTO A TAMARINDO';
- Óscar Ribas - 'TUDO ISTO ACONTECEU';
- O destino da língua portuguesa em Angola;
- Descolonização e expressão portuguesa;
- Entrevista com Mário António;
- Programa de literatura angolana;
- Notas para a história dos portugueses em Angola;
- Nota bibliográfica;



Preço: 0,00€; (Indisponível)

Angola & Literatura - 'O VATICÍNIO DA KIANDA NA PIROGA DO TEMPO', de Maria Eugénia Neto - Luanda 1989 - RARO



Angola & Literatura - Um conto original sobre o povo angolano e a sua luta contra o colonialismo português


'O VATICÍNIO DA KIANDA NA PIROGA DO TEMPO'
De Maria Eugénia Neto
Ilustrações de Henrique Arede
Edição INALD (Instituto Nacional do Livro e do disco)
Luanda 1989


Livro com 38 páginas, muito ilustrado e como novo. em excelentes estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO


Preço: 47,50€;

sábado, 3 de junho de 2017

Portugal & Ultramar - 'CAFÉ - Cultura e tecnologia primária', de A. P. Silva Cardoso - Lisboa 1994 - RARO



Portugal & Ultramar - Um cultura ancestral nas colónias portuguesas de África


'CAFÉ - Cultura e tecnologia primária'
De A. P. Silva Cardoso
Edição do Instituto de Investigação Científica e Tropical
Lisboa 1994


Livro com 170 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
RARO.


Preço: 70,00€;

Macau & Ultramar - Lote de 10 postais do período colonial - MUITO RAROS


Macau & Ultramar - Uma excepcional colecção de postais do período colonial português - um documento histórico


Lote de 10 postais do período colonial.
Colecção não circulada e em muito bom estado de conservação. Excepcionais.

De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RAROS.


lote de 10 postais de MACAU (Período colonial)
01. - Macau, Guia Ligthouse;
02. - Macau, Grand Prix;
03. - Macau, corridas de cavalos;
04. - Macau, residência do Governador;
05. - Macau, ponte de Taipa;
06. - Macau, Templo de Ma Kok;
07. - Macau, Hotel Lisboa;
08. - Macau, Casino de Lisboa;
09. - Macau, posto fronteiriço com a China;
10. - Macau, Palácio do governador (bandeira portuguesa);



Preço:
100,00€; (Lote completo)
Não de vende em separado.

Angola & Literatura - 'CASA DE SOBRADO' - 1.ª edição, de Maurício Soares - Luanda 1974 - MUITO RARO



Angola & Literatura - Uma das obras mais raras da literatura colonial dos finais da presença portuguesa nesta antiga colónia


'CASA DE SOBRADO' - 1.ª edição
De Maurício Soares
Capa de Neves e Sousa
Edição autor
Luanda 1974


Livro com 138 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RARO.


Da contra-capa:
"MAURÍCIO SOARES
Geograficamente nasceu no Huambo (Nova Lisboa) mas passou a sua infância em Moçâmedes de onde saiu para frequentar o Liceu Nacional Diogo Cão em Sá da Bandeira, cidade em que se radicou, primeiro como funcionário público, depois como correspondente de imprensa.
Em edições de 'ORION' de Lisboa foram publicados os livros de sua autoria 'O TEU MARIDO TROCA-TE POR ELA...', charge ao futebol e 'O HOMEM QUE CRUCIFICOU O DIABO', contos.
De 'O TEU MARIDO TROCA-TE POR ELA...', o 'Século Ilustrado' escreveu: 'Maurício Soares, que escreve bem, que escreve até com desenfreada elegância, pertence por isso mesmo ao número dos autênticos escritores que sabem caricaturar a perturbada vida moderna'. O 'Século' disse: 'A sua prosa tem amenizados as páginas de jornais de Angola e agora ela torna ainda mais graciosa através de uma sátira irreverente em que avultam comentários e observações de rara felicidade'.
'Diário de Notícias': '... dá-nos uma graciosa e despretenciosa história bem narrada'.
'Comércio do Porto': '... revela-se nos seus escritos um fino especialista em tal estilo'.
O presente livro, fruto de contactos que lhe dão carácter de notas biográficas, talvez possa ser considerado um documento humano da vida do sul de Angola, nos últimos decénios."



Preço: 45,00€;

Angola - Disco vinil 'DUO OURO NEGRO' - Estreia do Grupo - MUITO RARO



Angola - Uma grande raridade, o seu primeiro disco editado (1958) !


Disco vinil 'DUO OURO NEGRO' - Estreia do Grupo.
O primeiro disco editado - Luanda 1958.



Capa com algum sinal de uso.
Disco de vinil com ambos os lados em muito bom estado de conservação.


De muito, muito difícil localização.
MUITO RARO.


Preço: 32,50€;

quarta-feira, 31 de maio de 2017

Angola - MPLA & Descolonização - Disco vinil single 'AS FAPLA SÃO O POVO', de Pedro Benge - Luanda 1975 - MUITO RARO





Angola - MPLA & Descolonização - Um dos discos mais representativos da propaganda deste movimento de libertação


Disco vinil single 'AS FAPLA SÃO O POVO', de Pedro Benge.
Edição MPLA/DIP
Luanda 1975



FACE A
- PEDRO BENGE;

LADO B
- AS FAPLA SÃO O POVO;
*

* Palavras do camarada Presidente Agostinho Neto.


Em muito bom estado de conservação.
De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RARO.


Preço: 90,00€;

terça-feira, 30 de maio de 2017

Angola & Cultura - 'DEZ ANOS DE LITERATURA ANGOLANA', de Helena Riaúzova - Luanda 1986 - RARO



Angola & Cultura - Ensaio sobre a moderna literatura angolana (1975 - 1985)


'DEZ ANOS DE LITERATURA ANGOLANA'
De Helena Riaúzova
Edição União dos Escritores Aangolanos
Luanda 1986


Livro com 128 páginas e em muito bom estado de conservação.
De muito difícil localização.
Muito raro.


Do ÍNDICE:
- INTRODUÇÃO;
- ROMANCE;
- Óscar Ribas;
- Pepetela (1);
- Manuel Pedro Pacavira;
- Pepetela (2);
- Jorge Macedo;
- Henrique Abranches;
- NOVELA;
- POESIA;
- GÉNEROS 'OPERATIVOS';
- CONCLUSÃO;
- ÍNDICE DE NOMES;
- ÍNDICE DE TÍTULOS;
- ÍNDICE DE REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS;



Preço: 27,50€;

Angola & Cultura - 'LITERATURA ANGOLANA E TEXTO LITERÁRIO', de Jorge Macedo - Luanda 1989 - Raro



Angola & Cultura - A literatura angolana moderna analisada por quem a conhece bem


'LITERATURA ANGOLANA E TEXTO LITERÁRIO'
De Jorge Macedo
Edição da União dos Escritores Angolanos
Luanda 1989


Livro 138 páginas e em muito bom estado de conservação.
De difícil localização.
Raro.


Do ÍNDICE:
- NOTA PRÉVIA - O Autor;

1. - PRESSUPOSTO TEÓRICO (Literatura como arte)
- Generalização do 'termo' literatura ou desvanecimento da ambiguidade ?;
- Porquê literatura artística ou literatura com arte ?;
- Tendências, correntes literárias ou requisitos da qualidade do 'texto';

2. - LITERATURA ANGOLANA, NACIONALISMO, REVOLUÇÃO
2.1 - Textologia de conceitos - poética conceptualista;
2.2 - Textologia angolanizada na forma e na expressão. - ANTÓNIO JACINTO;
2.3 - LUANDINO VIEIRA;
2.4 - JOFRE ROCHA;
2.5 - JOÃO MARIA VILA NOVA;
2.6 - BOAVENTURA CARDOSO;

3. - ANGOLANIDADE NO QUADRO DO USO VERNÁCULO DA LÍNGUA PORTUGUESA
3.1 - ARNALDO SANTOS;
3.2 - ANTÓNIO CARDOSO e outros escritores;

4. - PROSADORES DE VEREDIFICAÇÃO
4.1 - Dois prosadores do 25 de Abril: MENDES DE CARVALHO e RAUL DAVID;
4.2 - PEPETELA;

5. - REDUPLICAÇÃO CULTURAL DO TEXTO
5.1 - Texto de motivação histórica;
5.2 - Textologia de recurso etnográfico, etno-histórico, etnoliterário;

6. - RUY DUARTE DE CARVALHO, MANUEL RUI, PEPETELA E UMA PROSA ORNAMENTAL

7. - LITERATURA ANGOLANA E TEXTO ORAL

8. - TEXTO INFANTIL;

9. - TEXTO DRAMÁTICO

10. - METALINGUAGENS

11. - NOVA ARAGEM LITERÁRIA ENTRE OS ANOS 60, 70, 80

- Obras consultadas;



Preço: 25,00€;

sábado, 27 de maio de 2017

Angola & Guerra colonial - 'SANGUE NO CAPIM', Reis Ventura (ASSINADO) - Braga 1963 - MUITO RARO





Angola & Guerra colonial - A guerra colonial e a resistência civil e militar ao ataque dos guerrilheiros


'SANGUE NO CAPIM' - ASSINADO e com dedicatória do autor
De Reis Ventura
Edição do autor
Braga 1963


Livro com 214 páginas e em muito bom estado de conservação.
Exemplar assinado pelo autor (uma raridade) e com dedicatória dirigida ao General Venâncio Deslandes !!!
Foi nomeado, em Junho de 1961, 117.º Governador-Geral e Comandante-Chefe das Forças Armadas em Angola, no início da Guerra Colonial, por Adriano Moreira, Ministro do Ultramar àquela data.


Assim, além da assinatura e dedicatória so autor, este exemplar pertenceu ao famoso e histórico personagem na guerra colonial de Angola.
De muito, muito difícil localização.
MUITO, MUITO RARO.


Da INTRODUÇÃO:
"Ultrapassado o segundo aniversário dos acontecimentos de 15 de Março de 1961, ao abrir do segundo semestre de 1963, já se pode afirmar que está vencida a primeira fase da batalha de Angola.
Nestes dois anos decorridos, superaram-se duas arremetidas de grande perigo: a das catanas e a das calúnias.
A primeira manchou de sangue todo o nordeste angolano, com o desígnio de instalar o terror. Falhou.
Muitas vilas e povoações perderam temporariamente o riso das crianças e a graça das mulheres."



Do ÍNDICE:
- Dedicatória;
- INTRODUÇÃO;
- OS OITO DA CANANGA;
- UM PAR DE VALENTES;
- A DEFESA DA RUA;
- SANTA CRUZ DE MACOCOLA;
- MÃE PRETA;
- MARINHEIROS;
- O MÉDICO;
- EMBOSCADAS;
- POSTO DE FRONTEIRA;



Da contra-capa:
"Numa chuvosa manhã de meados de Abril de 1963, uma secção de infantaria sob o comando do sargento José Paulo dos Santos, actuava em perseguição dum bando de terroristas, acoutado nos dos seus últimos refúgios, algures, nas matas dos Dembos.
Ao fundo duma bruta ravina, entre dois morros cobertos de floresta virgem, os homens viram-se repentinamente colhidos num vespeiro de balas.
Dois dos nossos, atingidos por balas de pistola-metralhadora, tombaram quase simultâneamente. E quando os camaradas convergiam em defesa dos feridos, uma granada de mão veio do emaranhado da selva e caiu no meio do grupo.
Sem um momento de hesitação, o sargento Paulo dos Santos atirou-se, de barriga, para cima daquele moscardo zumbidor - e afogou no próprio sangue todo o ímpeto da morte, salvando a vida dos seus camaradas.
Assim são os homens que vivem, sorriem, sofrem e combatem neste livro. Dão deste quilate os heróis que lutam - e às vezes morrem - para salvar a honra e a integridade da Pátria.
Rubro sangue dos portugueses no verde capim de Angola... Pois não repara o mundo que esta é uma maneira orgulhosa e altiva de eternizar em África as cores da Bandeira de Portugal?!..."



Preço: 180,00€